Take a fresh look at your lifestyle.

Como sair de um relacionamento tóxico?

0 12

Olá, querido leitor! Todos nós, sem dúvida, desejamos estar em relacionamentos saudáveis e recheados de amor, certo? Contudo, nem sempre é o que acontece. Às vezes, podemos nos encontrar presos em uma relação prejudicial. Portanto, se você se questiona “como sair de um relacionamento tóxico?”, este artigo é ideal para você!

O que é um relacionamento tóxico?

Para começar, um relacionamento tóxico é aquele que prejudica nosso bem-estar físico, emocional e/ou psicológico. Mais do que um simples desentendimento, estamos falando de padrões de comportamento que nos fazem sentir inferiores, desvalorizados ou ameaçados.

Como nasce um relacionamento tóxico?

Surpreendentemente, a resposta não é simples e, muitas vezes, o início parece inocente. Inicialmente, há atração, paixão e promessas. Contudo, com o tempo, um dos parceiros (ou até ambos) pode começar a mostrar sinais de controle, ciúmes excessivos e manipulação. Assim, a falta de comunicação, respeito mútuo e limites saudáveis alimenta a toxicidade. Dessa forma, o amor, que deveria ser a base, é substituído pelo medo.

O perfil psicológico do abusador

O abusador, na maioria das vezes, carrega traumas, inseguranças e frustrações pessoais. Isso não justifica o comportamento abusivo, mas ajuda a entender a origem. Ademais, muitos desses indivíduos sentem necessidade de controle e poder, usam a manipulação e a intimidação como armas e têm dificuldade em reconhecer e respeitar os limites dos outros.

O perfil psicológico da pessoa abusada

Por outro lado, quem é constantemente abusado pode ter baixa autoestima, medo de ficar sozinho ou acreditar que merece ser tratado dessa forma. Além disso, muitos vêm de famílias onde o abuso era normalizado, tornando difícil identificar e rejeitar esses padrões.

Ciclos da violência

A violência, especialmente em relacionamentos tóxicos, segue um padrão cíclico. Então, vamos entender cada etapa:

  • Fase da Lua de Mel: Nesta fase, o abusador é amoroso, pede desculpas e promete mudanças. Parece que tudo voltará a ser como antes, recheado de amor.
  • Fase de Tensão: Aqui, a tensão começa a crescer. Há uma sensação constante de “andar sobre cascas de ovo”, pois qualquer coisa pode desencadear uma explosão. Durante esta fase, a vítima frequentemente tenta acalmar o agressor na esperança de evitar a violência.
  • Fase de Explosão: A violência acontece. Pode ser verbal, física ou psicológica. O abusador perde o controle e a vítima é atacada.

Após a explosão, o ciclo geralmente retorna à fase da lua de mel, criando um padrão repetitivo que torna difícil para a vítima reconhecer e escapar do abuso.

Como quebrar o ciclo

Finalmente, a parte que você mais aguardava: como sair de um relacionamento tóxico? A primeira coisa é reconhecer que está em um. Em seguida:

  1. Busque ajuda: Não subestime o poder de um terapeuta ou psicólogo. Eles podem ajudar a identificar padrões, fortalecer sua autoestima e orientar no processo de saída.
  2. Comunique-se com amigos e família: Ter um sistema de apoio é crucial. Eles serão seus aliados e lhe darão força quando a jornada parecer complicada.
  3. Estabeleça limites: Seja claro sobre o que você não tolerará mais. Limites são essenciais para relações saudáveis.
  4. Faça um plano de saída: Em casos de violência, ter um plano é fundamental. Saiba para onde ir, quem contatar e tenha recursos em mãos.
  5. Acredite em você: Lembre-se de que merece amor, respeito e felicidade. A jornada pode ser árdua, mas o futuro aguarda um você mais forte e saudável.

A vida é curta demais para perdermos tempo em relações que nos sufocam. Priorize-se, busque o melhor para si e lembre-se: você merece ser amado(a) da maneira correta. Com informação, apoio e autoamor, é possível, sim, se libertar de relacionamentos tóxicos e abraçar um futuro de paz.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy