Take a fresh look at your lifestyle.

Depois de estudar com livros do lixo, ex-doméstica se forma em direito e passa na PM

63

Andreia, que já chegou a morar debaixo de uma lona, com o marido e o filho, conseguiu mudar de vida depois de estudar com os materiais que o companheiro, gari, recolhia do lixo.

Algumas pessoas conseguem dar uma reviravolta na vida, elas saem de uma realidade de desesperança e limitações e, através da própria dedicação, superam as dificuldades e constroem um futuro próspero e mais feliz para si mesmas e aqueles ao seu lado.

Esse é o caso de Andreia Guimarães Tavares, de 32 anos, que vive com a família em Goiânia. Quem a vê hoje, recém-formada em direito e aprovada em um concurso da Polícia Militar, nem imagina o que ela teve de superar até aqui.

Em 2003, ela e o marido, José Francisco, saíram do Pará e foram para Goiânia, em busca de uma vida melhor, junto com o filho, que atualmente está com 16 anos. O começo foi muito difícil para eles – José encontrou emprego como gari rapidamente, mas até o salário “cair”, eles precisaram morar debaixo de uma lona. Foi assim por dois meses.

Logo depois, conseguiram alugar um cômodo e as coisas melhoraram um pouco. Quando o filho do casal completou 6 anos, Andreia começou a trabalhar como doméstica para ajudar no sustento da família.

No entanto, ela desejava mais para sua vida, e começou a se dedicar aos estudos. Voltou a estudar e concluiu o ensino médio, com um grande apoio do marido: ele recolhia livros do lixo para que ela pudesse ler e adquirir conhecimento.

Os livros, que em sua maioria eram obras literárias, ajudaram muito Andreia no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ela teve ótima pontuação em redação e com isso conseguiu bolsa integral para cursar direito.

Sua dedicação e comprometimento com o estudo e com uma vida melhor para a família também fizeram com que fosse aprovada no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) antes de terminar a faculdade.

No entanto, as conquistas não param por aí. Em 2016, Andreia decidiu prestar concurso para iniciar uma carreira de oficial da PM, ela sabia que essa era uma grande oportunidade de ganhar mais e ter estabilidade.

A concorrência era grande, dez vagas para para 2,5 mil inscritos, mas ela não desistiu e conseguiu ser aprovada. Ao G1, Andreia contou que estudava durante a rotina: nos pontos de ônibus, durante as tarefas de casa; não tinha muito tempo específico para estudar, mas ainda assim conseguiu ser vitoriosa.

A realidade da família melhorou muito até agora, e Andreia não deseja parar por aí. Seu próximo objetivo é ser promovida a tenente e chegar à posição de coronel.

Andreia é muito grata ao apoio do marido, que continua sendo gari. Ela reconhece que ele se esforçou muito para que ela pudesse ter bons materiais para estudar, e que agora é o momento de retribuir sua dedicação. O plano é que José também conclua o ensino médio e faça um concurso para a Segurança Pública.

Da lona, o casal agora tem casa própria, carro, moto e também um filho muito bem encaminhado no estudo.

Um grande exemplo de transformação de vida, persistência e apoio.

Que histórias como essa se tornem cada vez mais comuns!

Compartilhe o texto em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: arquivo pessoal.

O post Depois de estudar com livros do lixo, ex-doméstica se forma em direito e passa na PM apareceu primeiro em O Segredo.

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy