Take a fresh look at your lifestyle.

Histeria em Massa é uma Doença?

Histeria em massa: doença ou fenômeno coletivo?

0 20

A histeria em massa, também conhecida como histeria coletiva, trata-se um fenômeno sociopsicológico com características bem peculiares. Já imaginou em uma viagem de avião, pela GOL por exemplo, e de repente um ataque histérico que seja contagiante?

Nele, os indivíduos de um grupo passam a sofrer de sintomas parecidos, que podem se referir a uma doença ou a simples crises de estresse. São muitos os casos famosos desse fenômeno e até hoje ele ainda é uma grande questão para os estudiosos da área.

Doença ou simples atividade coletiva?

Ainda não há nenhuma prova que a histeria em massa seja uma doença psicológica, que é contraída por indivíduos de um grupo. A grande maioria dos psicólogos acredita que o fenômeno acontece por conta de um gatilho. Que através do momento que é acionado em um dos participantes do grupo, acaba por ser ativado também nos demais.

De fato, é muito difícil separar um caso de histeria coletiva de uma forte emoção sentida por um conjunto de pessoas. Alguns cientistas consideram a euforia sentida pelos adolescentes em um show de seu ídolo como histeria em massa. Por exemplo, enquanto outros segregam esses dos outros casos. Onde os indivíduos acreditam estar doentes e sofrem sintomas reais.

histeria em masa e doenca
histeria em massa e doença

Principais sintomas da histeria em massa

Os casos mais famosos de histeria coletiva são relacionados a doenças. Onde uma grande parte da população passou a acreditar que estava sentindo dores e padecendo de algum mal.

Normalmente, os primeiros e principais sintomas sentidos pelos indivíduos são:

  • Fortes dores de cabeça (muitas vezes causadas pelo estresse e preocupação),
  • Enjoos,
  • Desmaios,
  • Dores abdominais,
  • Dificuldades para respirar e até mesmo contorções.

Como acontecem os casos de histeria em massa

Como esses casos acontecem por fatores psicológicos, é muito difícil determinar um roteiro para que os gatilhos sejam acionados. Porém, em todos os casos mais famosos foi possível notar algumas semelhanças, fazendo com que um padrão dentro da histeria coletiva se consolide.

Por exemplo, nota-se que todos os gatilhos acionados advém de imagens ou pela fala. Ou seja, quando o indivíduo passa a fazer parte do surto é porque ele teve contato direto ou indireto com alguma das outras vítimas.

Além disso, é muito comum que a histeria em massa se desenvolva em indivíduos que fazem parte de um mesmo grupo. Alunos de uma mesma sala de aula, participantes de um grupo de estudo ou até mesmo fiéis de certa igreja são membros suscetíveis ao fenômeno.

Leia também → Compreendendo a Depressão

Gatilhos Mentais

Isso acontece porque os gatilhos desencadeados nesses ambientes são igualmente fortes a todos os participantes. Uma prova, por exemplo, que será aplicada a toda a sala, pode afetar de maneira mais intensa um dos alunos. Que será assistido pelos outros. Esses receberão a carga emocional daquele que está ansioso e a replicarão, criando o fenômeno dentro do ambiente.

A histeria em massa ainda é um mistério para todos. Por mais que os casos comprovados já sejam muitos. Esse ainda é um campo que permanece no ramo sensorial, dificultando os estudos e a apresentação de provas científicas. Porém, é de concordância geral que ela surge pela necessidade humana de compartilhamento e pertencimento, criando situações patológicas para se identificar com outros indivíduos. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy